27 de jun de 2010

Psicose (1960)


Poucos filmes de sua época eram mais diretos e sem remorso em sua violência na tela. Com sua descrição casual do sexo fora do casamento, a morte de um personagem importante na metade do filme, e foco no psicológico do assassino, "Psicose" foi o projeto mais audacioso do diretor Alfred Hitchcock.

Uma obra-prima do mestre do suspense que quebrou as expectativas do público, "Psicose" é certamente o seu mais imitado e talvez o mais influente filme. A trilha sonora é especialmente espetacular dando todo o clima que as cenas pedem e cada personagem tem a sua função executada com perfeição. Um grande thriller com conotações freudianas, e olhar frio na masculinidade e esquizofrenia.

Na trama, a confiável secretária Marion Crane (Janet Leigh) um dia encontra-se incapaz de resistir à tentação e foge com 40 mil dólares de seu chefe que ela deveria ter depositado. Ela sai com seu carro a procura de um lugar para descansar na estrada e até troca de carro para evitar perseguições, já que um policial havia suspeitado de que algo estava errado com a moça.

Ela encontra um hotel pela estrada e resolve passar a noite. O proprietário é Norman Bates (Anthony Perkins), um jovem que reside com sua mãe dominadora na casa ao fundo. Quando a ausência de Marion é notada, sua irmã Lila (Vera Miles) contrata um investigador particular Milton Arbogast (Martin Balsam) para encontrá-la. Mas como demora para dar um retorno, Lila resolve ir acompanhada do namorado da irmã Sam Loomis (John Gavin) até o hotel onde o detetive achou pistas do paradeiro dela.

Marion, não era ingênua. Ela não morreu porque tinha dinheiro em sua bolsa, mas porque estava no lugar errado na hora errada. Depois de estabelecer-se claramente como a protagonista, de fazer você se preocupar com ela, foi então que na metade do filme acontece a famosa cena do chuveiro que entrou na consciência coletiva como uma das mortes mais clássicas da história do cinema.

Marion grita com sua vida caindo pelo ralo, com os olhos arregalados de horror. Quando Marion é morta à facadas, o assassino estava cortando também tudo que tinha sido feito no cinema, cada clichê do que deveria acontecer em um filme. O cinema nunca mais seria o mesmo. E por falar nisso, nem o banho seria.

Psicose (Psycho, 1960)
Direção: Alfred Hitchcock
Roteiro: Joseph Stefano
Elenco: Anthony Perkins, Janet Leigh, Vera Miles, Martin Balsam, John Gavin

Trailer em inglês:

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO