7 de jun de 2010

Um Corpo Que Cai (1958)

Os filmes de Hitchcock têm influenciado toda uma geração. Truques de câmera (como zoom in e zoom out) para aumentar o suspense e atrair o público para a narrativa têm sido frequentemente imitados. Em "Um Corpo Que Cai", o diretor realiza um trabalho magistral onde mistura todos os principais elementos de cinema.

Uma história de amor, mistério e suspense. O filme lida com as questões da obsessão, bem como a natureza frágil do amor. Logo no início, um prólogo detalha como o policial John Scottie Ferguson (James Stewart) descobre que tem medo de altura. Durante uma perseguição, ele sofre tonturas e quase cai do telhado (foto acima).


Após deixar a polícia, John vira detetive particular e é procurado por um amigo, Gavin Elster (Tom Helmore), para que investigue sua esposa Madeleine (Kim Novak). O amigo acredita que o espírito de uma mulher pintada em um quadro está tentando possuí-la. John segue Madeleine para descobrir o que se passa e se apaixona por ela. Ele a salva de cometer suicídio ao lado da Golden Gate (foto acima).

Mas, num segundo momento ele é incapaz de salvá-la de cair de uma torre durante uma crise de loucura. John conhece outra mulher, Judy Barton (Kim Novak), que é a cara do seu amor. Uma espécie de paranóia faz com que ele a vista como a outra se vestia, pinte seu cabelo igual e outros detalhes. Então, o filme entra no clímax onde toda a história terá uma explicação genial.

Em mais uma demonstração de domínio cinematográfico, Hitchcock engana sua plateia. Ele quebra a trama em dois filmes distintos. Na primeira metade, é um thriller sobrenatural intimista e, até certo ponto, previsível. De repente, a história dá uma guinada e vira um drama sobre um homem obcecado por um fantasma. O detetive traumatizado vira um sujeito transtornado por uma paixão avassaladora.

James Stewart é perfeito para o papel principal complexo que a obra exige. Kim Novak dá o toque certo de mistério para Madeleine e Judy. Inatingível e gelada no primeiro papel para, em seguida, interpretar uma perturbada moça.

Um Corpo Que Cai (Vertigo, 1958)
Direção: Alfred Hitchcock
Roteiro: Alec Coppel e Samuel A. Taylor
Elenco: James Stewart, Kim Novak, Tom Helmore, Barbara Bel Gueddes
Trailer:

1 Comentário:

@Raspante disse...

Um Corpo que Cai é sensacional, foi o primeiro e único filme de Hitchcock que eu vi, e fiquei espantado e surpreso com as reviravoltas que o filme tem, completamente sensacional!
ótima resenha!
Abs.

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO