21 de mai de 2010

Cantando na Chuva (1952)

Além de um excelente musical, "Cantando na Chuva" é uma aula de história do cinema. O filme se passa no final da década de 20 quando o cinema sonoro entra em ação e decreta o fim do cinema mudo, mas não são todos que se adaptam a essa mudança. Esse é o ponto central da trama que também aborda as relações entre artistas, e claro, conta com ótimos musicais, alguns com um toque bem humorado.

Don Lockood (Gene Kelly) e Lina Lamont (Jean Hagen), o casal mais querido do cinema mudo, prepara-se para rodar um novo filme, mas, no meio das filmagens resolvem transformá-lo em um musical. Infelizmente, Lina não sabe cantar e tem uma voz horrível. Apaixonado pela figurante Kathy Selden (Debbie Reynolds), Don a convida para emprestar sua voz à estrela que não gosta nada disso.

Ao lado de seu inseparável amigo, o compositor Cosmo Brown (Donald O’ Connor), Don protagoniza excelentes números de dança. Um dos objetivos de Don é fazer com que sua amada Kathy tenha o talento reconhecido. Quando ele sai da casa dela em uma noite chuvosa, apaixonadíssimo, acontece uma das cenas mais memoráveis do cinema onde ele dança a música que dá título ao filme com um guarda-chuva nas mãos. Assim o astro Gene Kelly um ícone dos musicais. Quem é que já não assistiu pelo menos essa cena do filme? (foto abaixo).


Cantando na Chuva (Singin’ in the Rain, 1952)
Direção: Gene Kelly e Staley Donen
Roteiro: Adolph Green e Betty Comden
Elenco: Gene Kelly, Debbie Reynolds, Donald O’ Connor, Jean Hagen, Cyd Charisse

Trailer:

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO