31 de mai de 2010

Sindicato dos Ladrões (1954)

A idéia para o filme começou com uma série de reportagens do jornalista Malcolm Johnson para o The New York Sun sobre o problema de extorções, na zona portuária de Nova York. Os 24 artigos renderam ao jornalista um Prêmio Pulitzer e a história ganhou roteiro para às telonas nas mãos do roteirista Budd Schulberg.

Uma verdadeira cruzada contra a corrupção e também àqueles que, por manter o silêncio, amparam tais atos, "Sindicato dos Ladrões" impressiona por performances soberbas. Na história, um punhado de bandidos, liderados por Johnny “Amizade” (Lee J. Cobb) têm o controle do cais e cobram propinas das cargas que desembarcam. Se alguém causa problemas o Sr. Amizade envia seus capangas para resolver.

Quando Jimmy Doyle (Arthur Keegan) decide cooperar com a polícia do porto, ele é assassinado. O pugilista fracassado Terry Malloy (Marlon Brando) trabalha para o sindicato de Johnny “Amizade” por causa da influência de seu irmão Charley (Rod Steiger). Terry está disposto a manter sua boca fechada até que conhece a irmã do delatador, Edie Doyle (Eva Marie Saint), e apaixona-se por ela. Terry sente-se um pouco responsável pela morte do irmão dela, pois foi ele quem o mandou para a cilada.

O ponto alto do filme é a cena no banco de trás de um táxi (foto acima), onde Terry conversa com seu irmão Charley que o pressiona para aceitar um cargo de chefia no cais para manter a boca fechada. O passado vem à tona num diálogo excepcional onde dizem que Brando improvisou uma parte do texto.

A direção de Elia Kazan assegura uma fluidez que dá ao filme um senso da realidade envolvente. A base da história gira em torno de uma discussão sobre os prós e contras de ser um informante. Sem julgar Kazan, que no final tira ambos os lados da questão, ele mostra que os dois lados estão certos e também errados. O filme explica como é fundamental quebrar o silêncio em uma situação como esta, mesmo que você pareça um rato para seus amigos.

Infelizmente, o final é demasiadamente otimista com o comportamento do grupo de trabalhadores em solidariedade à Terry tendo em vista o poder de uma máfia. Na vida real não é tão simples e nem tão fácil de resolver problemas desse tipo. "Sindicato dos Ladrões" ganhou os oito Oscars incluindo de Melhor Filme, Direção, Roteiro Adaptado, Ator (Marlon Brando) e Atriz Coadjuvante (Eva Marie Saint).

Sindicato dos Ladrões (On the Waterfront, 1954)
Direção: Elia Kazan
Roteiro: Budd Schulberg
Elenco: Marlon Brando, Lee J. Coob, Eva Marie Saint, Karl Maden, Rod Steiger.

1 Comentário:

Hugo disse...

É um ótimo drama sobre corrupção. O elenco é um dos pontos fortes do longa.

Até mais

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO